Início Jogos Bíblicos Imprimir Jogos Testes Bíblicos Frases Evangélicas Papel de Parede
Piadas Evangélicas Desenhos Bíblicos Estudos Bíblicos Videos Evangélicos
Contos Evangélicos Mensagens Evangélicas Poemas Evangélicos Versículos Bíblicos Termos de Uso

11.8.12

Versículos Bíblicos - Amor Conjugal




Pv 5:15-19 - Bebe a água da tua própria cisterna, e das correntes do teu poço. Derramar-se-iam as tuas fontes para fora, e pelas ruas os ribeiros de águas? Sejam para ti só, e não para os estranhos juntamente contigo. Seja bendito o teu manancial; e regozija-te na mulher da tua mocidade. Como corça amorosa, e graciosa cabra montesa saciem-te os seus seios em todo o tempo; e pelo seu amor sê encantado perpetuamente.

Pv 15:17 - Melhor é a comida de hortaliça, onde há amor, do que o boi cevado, e com ele o ódio.

Ct 1:2 - Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho.

Ct 1:4 - Leva-me tu; correremos após ti. O rei me introduziu nas suas câmaras; em ti nos regozijaremos e nos alegraremos; do teu amor nos lembraremos, mais do que do vinho; os retos te amam.

Ct 1:7 - Dize-me, ó tu, a quem ama a minha alma: Onde apascentas o teu rebanho, onde o fazes deitar pelo meio-dia; pois, por que razão seria eu como a que anda errante pelos rebanhos de teus companheiros?

Ct 1:14-16 - O meu amado é para mim como um ramalhete de hena nas vinhas de En-Gedi. Eis que és formosa, ó amada minha, eis que és formosa; os teus olhos são como pombas. Eis que és formoso, ó amado meu, como amável és também; o nosso leito é viçoso.

Ct 2:4 - Levou-me à casa do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor.

Ct 2:6 - Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha amada entre as filhas. Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os filhos; com grande gozo sentei-me à sua sombra; e o seu fruto era doce ao meu paladar. Levou-me à sala do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor. Sustentai-me com passas, confortai-me com maçãs, porque desfaleço de amor. A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua mão direita me abrace.

Ct 2:8-10 - A voz do meu amado! eis que vem aí, saltando sobre os montes, pulando sobre os outeiros. O meu amado é semelhante ao gamo, ou ao filho do veado; eis que está detrás da nossa parede, olhando pelas janelas, lançando os olhos pelas grades. Fala o meu amado e me diz: Levanta-te, amada minha, formosa minha, e vem.

Ct 4:5-7 - Os teus seios são como dois filhos gêmeos da gazela, que se apascentam entre os lírios. Antes que refresque o dia e fujam as sombras, irei ao monte da mirra e ao outeiro do incenso. Tu és toda formosa, amada minha, e em ti não há mancha.

Ct 4:9-11 - Enlevaste-me o coração, minha irmã, noiva minha; enlevaste-me o coração com um dos teus olhares, com um dos colares do teu pescoço. Quão doce é o teu amor, minha irmã, noiva minha! quanto melhor é o teu amor do que o vinho! e o aroma dos teus ungüentos do que o de toda sorte de especiarias! Os teus lábios destilam o mel, noiva minha; mel e leite estão debaixo da tua língua, e o cheiro dos teus vestidos é como o cheiro do Líbano.

Ct 6:3 - Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu; ele apascenta entre os lírios.

Ct 7:6 - Quão formosa, e quão aprazível és, ó amor em delícias!

Ct 8:7 - As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam.

Ef 5:28 - Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.

Nenhum comentário: